A IGREJA EVANGÉLICA CONGREGACIONAL ATIBAIENSE (IECA)

Em Abril de 1977 na cidade de Atibaia, alguns crentes no Senhor Jesus, desejosos de maior autonomia e seriedade na estudo da Bíblia, e não conformados com a situação das Igrejas Evangélicasda época, começaram suas primeiras reuniões num antigos salão de baile - Botafogo, com grande ênfase no trabalho com adolescentes e jovens. À frente deste grupo estavam o Prof. Ary e Jean Nogueira e, Rev. Oliver e Dorotea Thomson, e o irmão Ditinho e Dolores Garcia.

No primeiro domingo de Maio de 1977, aconteceu o culto inaugural, com o patrocínio e ajuda da Igreja Evangélica Fluminense (Aquela do Kalley).

Em dezembro daquele ano acontece a primeira Assembléia da Igreja.

Com muita luta a IECA cresceu em quantidade, qualidade e estrutura. O seu primeiro Pastor foi o irmão Marco Antonio Bloch. O primeiro prédio, foi construído com muito sacrifício e participação dos 120 irmãos da época, e foi

inaugurado em 06 de Junho de 1987.

Em Janeiro de 1988 o ex-membro da Igreja, Carlos Antonio Thomson Nogueira torna-se o seu segundo Pastor.

Uma equipe de liderança é formada, e 4 grupos células são iniciados naquele ano.

Em Setembro de 1990 a assembléia da Igreja aprova a idéia de uma só igreja e várias comunidades e em Junho de 1991 isto se torna realidade.

Em 2007 a IECA é composta de Comunidades (Sub-divisões da Igreja em Atibaia) e Congregações (Implantações de Igrejas fora de Atibaia), 320

membro adultos ativos, 600 pessoas em seus cultos, 450 pessoas em suas Escolas Bíblicas Dominicais, grupos de Juniores, Adolescentes, Jovens, Senhoras e Homens.

Tem uma liderança composta de vários presbíteros, e diáconos. Um pastor coordenador e pastores auxiliares.

Nossa história

O que é ser Congregacional?

As raízes do Congregacionalismo remontam á época da Reforma, na Inglaterra. Enquanto no Continente Europeu a Reforma surgiu muito forte, provocando o surgimento de uma Igreja Protestante separada a Igreja Romana, na Inglaterra tal Reforma aconteceu de forma diferente. Sob o reinado de Henrique VIII (1509-1547) ocorreu uma ruptura com Roma, cujo caráter foi basicamente político. Desta ruptura surgiu a Igreja Nacional Inglesa, chamada Anglicana, a qual apenas não mais se submetia ao poder Papal, mas guardava práticas Romanas. Esta ficou submetida ao Rei, que agora era o cabeça da Igreja.

Apesar de não agradar totalmente, a pequena Reforma acalmou os ânimos mais exaltados. Todavia, os Reis que sucederam a Henrique VIII, tentaram trazer a Igreja de volta à Roma, provocando uma época de muita perseguição e intolerância. Ao ascender ao trono Isabel, que não era nem

Católica nem Protestante, ocorreu não apenas o fortalecimento da Igreja Anglicana, como o fortalecimento do movimento puritano, que visava reformar, de fato, tanto a Igreja Romana quanto a Anglicana. Isabel reinou entre 1558 e 1603, e esse foi o período que viu o surgimento do Congregacionalismo, a partir de dentro do puritanismo.

O Movimento adotava duas linhas distintas. De um lado havia forte influencia do modelo Presbiteriano. Do outro lado fortaleciam-se idéias independentes, que procuravam dar a cada Congregação (igreja Local) independência de governo. A partir de Henry Jacob (1610) o movimento independente ganhou corpo, separando-se do Anglicanismo.

O Congregacionalismo, teve um começo humilde, mas aos poucos foi se firmando, crescendo definitivamente sob a liderança de Oliver Cromwell, tendo outros expoentes, como Milton e John Bunyan. Da Inglaterra, o Congregacionalismo expandiu-se para a América do Norte, especialmente a

partir dos Peregrinos do "Mayflower" e da Colônia de Plymouth.

CARACTERÍSTICAS DO CONGREGACIONALÍSMO

1. Independentes: (Igreja Autônoma)

Cada Igreja local é completa e autônoma do governo ou estruturas eclesiásticas;

A maior autoridade terrena é a Assembléia dos membros (A

Congregação);

O relacionamento com as Igrejas irmãs é de companheirismo.

2. Puritanos: (Igreja pura)

Pureza de Vida;

Pureza doutrinaria;

Pureza de relacionamento com Deus.

3. Não conformistas: (Igreja não conformada)

Com a situação das Igrejas da época;

Com a falta de liberdade de culto;

Com a situação do mundo da sua época.

Estas Igrejas com estas características, expandiram-se para Holanda, e mais tarde para os Estados Unidos, servindo de base para o nascimento daquele novo país.

Em 1604 na Inglaterra e 1629 nos Estados Unidos estas Igrejas se organizaram como Igrejas Congregacionais.

O CONGREGACIONALÍSMO NO BRASIL

Duzentos anos mais tarde, em 1855 o médico e missionário Robert Kalley começa a primeira Escola Bíblica Dominical em Petrópolis (19 de Agosto) com 5 alunos. Três anos depois iniciava-se, no Rio de Janeiro, capital do Brasil na época, primeira Igreja Evangélica Brasileira, a Igreja Evangélica Fluminense (11 de Julho de 1858).

A seguir o casal Kalley publicaram o primeiro hinário brasileiro, os "Salmos e Hinos" com 50 cânticos, e aprovaram a "Breve Exposição", declaração de fé para a Igreja da época.

O casal Kalley retorna definitivamente para a Escócia, em 10 de Julho de 1876.

Congregacionalismo

VISÃO

Uma igreja bíblica, que ama a Deus e ao próximo, que resgata pessoas e impacta o mundo.

MISSÃO

Fazer discípulos de Jesus Cristo

pela proclamação da Palavra de Deus,

sendo uma comunidade

de fé, amor e esperança.

VALORES

Amor, Santidade, Serviço, Relevância, Devoção, Resgate, Excelência, Graça, Humildade, Ensino, Grupos Pequenos e Discipulado.

2012.JPG
sigaIECA
Fotos
blogJOVEM

Igreja Evangélica Congregacional Atibaiense

Rua São Vicente de Paula, 374 - Centro - 12.940-550

Atibaia/SP - Brasil secretaria@ieca.org.br

(11) 4411 0843 / 8699 9309

culto_ao_vivo.png

Igreja Evangélica

Congregacional Atibaiense

AGENDA SEMANAL

CIDADE CEREJEIRAS TERRA PRETA

Terça-feira: Quarta-feira Sábado:

07h30 Café dos Homens 20h00 Reunião de Oração 19h30 Celebração

20h00 Reunião de Liderança

Sábado:

Sábado: 19h30 Jovens

16h00 Pré-Adolescentes

Domingo:

09h30 Escola Bíblica

19h00 Celebração