Artigos > Victor H. Michel > Amigo, não estou sendo injusto com você!

É permitido a divulgação deste texto, desde que informado os créditos de autoria e copyright.

Amigo, não estou sendo injusto com você!

Victor Hugo Michel

Agosto de 2014

 

A sensação de estar sofrendo alguma forma de injustiça é das mais difíceis de lidar. Temos sido condicionados a conhecer e defender nossos direitos. Uma infinidade de leis e regras tenta garantir que nossos direitos sejam respeitados e, quando não o são, a justiça sempre oferece seus infindáveis recursos aos quais podemos recorrer. Mesmo assim, cotidianamente ocorrem situações em que acabamos nos sentindo enganados e, o que é pior, impotentes diante da injustiça – seja ela aparente ou real.

 

A Bíblia ensina a virtude da mansidão. Apresenta-a como parte do fruto do Espírito (Gl 5.23), destaca Moisés como o homem mais manso que já viveu na terra (Nm 12.3), promete que os mansos herdarão a terra (Sl 37.11 com Mt 5.5). Jesus nos convida a entrar em jugo com ele, garantindo que iremos aprender dele a sermos mansos e humildes de coração (Mt 11.28-30) o que nos dará descanso – mesmo diante de injustiças aparentes ou reais. É porque mansidão significa a renúncia aos direitos pessoais. Ora, se renuncio aos meus direitos já não preciso me atormentar com a sensação de estar sendo injustiçado.

 

Na vida de Jesus a mansidão se manifestou no fato de que, quando sofria injustiça, Ele entregar-se “àquele que julga com justiça” (leia 1 Pedro 2.23). Deus é completa e absolutamente justo. Ele não diferencia as pessoas, sendo mais favorável a uns do que a outros. Acima de tudo, Deus é fiel à Sua própria Palavra: o que Ele promete, Ele cumpre.

 

Por isso, quando Jesus conta a parábola dos trabalhadores na vinha (Mt 20. 1 e ss.) como uma ilustração de como são as coisas no Reino dos céus, destaca o fato de que Deus cumpre exatamente aquilo que promete. Não precisamos nos preocupar de que outros possam ser mais “abençoados” do que nós, como se Deus estivesse cometendo uma injustiça. Na parábola, quando alguns trabalhadores contratados questionaram o valor que estavam recebendo por seu serviço, o senhor da vinha lhes afirma: “Amigo, não estou sendo injusto com você” (Mt 20.13). Deus nunca comete injustiças.

 

É por isso que podemos ser mansos: ao entregarmos a Ele os nossos direitos, Ele mesmo cuidará das injustiças que viermos a sofrer. Esta talvez seja uma das motivações mais fortes para nos dedicarmos com devoção à missão que o Senhor tem para nós. Afinal, Ele garante em sua Palavra que “...no Senhor, o nosso trabalho não será inútil” (1 Co 15.58) e que Ele mesmo “...recompensa aqueles que o buscam” (Hb 11.6). Então, ao trabalho!

Autor

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page

Victor H. Michel

 

Pastor titular da IECA, é responsável pelo ministério de Exposição Bíblica e Consolidação

ENDEREÇO DA SEDE

 

Rua São Vicente de Paula, 374 

Centro - Atibaia/SP

Brasil

CEP 12.940-550

INSTITUCIONAL

REDES SOCIAIS

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • b-youtube

© Copyright 2014-2016 Igreja Evangélica Congregacional Atibaiense